Arquivo | CONEXÃO CRISTÃ RSS feed for this section

SALVAÇÃO – Está consumado

7 Nov

“…como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? (Hebreus 2. 3)

salvacaoQuando os nossos primeiros pais pecaram contra o Senhor Deus, eles transgrediram o mandamento. Eles eram possuidores da vida eterna e viviam no paraíso previamente preparado, para que pudessem usufruir de toda a felicidade. O pecado passou a todos os homens, separando-os do criador.

 Cada pessoa ao nascer, já nasce sob efeito direto do pecado. Todos nascem em pecado, como expressou o Rei Davi: “Eu nasci em iniqüidade e em pecado me concebeu minha mãe” (Salmos 51. 5).

O pecado trouxe as seguintes consequências:

a) Separou o homem de Deus. A partir do pecado o homem fugiu da presença de Deus. “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça” (Isaias 59. 2). O homem separado de Deus não pode viver bem. Ele percebe que algo está lhe faltando, porém, como o seu coração está em trevas ele acaba ouvindo mais as trevas do que a luz.

b) Foi o responsável para gerar a morte. “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, Nosso Senhor (Romanos 6. 23). Do ponto de vista espiritual, o homem que ainda não teve um encontro verdadeiro com Jesus Cristo está morto nos seus delitos e pecados.

c) O homem perdeu-se. A condição do homem sem Deus é de perdido. Como perdido ele vive desorientado, e por causa de toda essa situação, Deus providenciou-lhe um escape, garantindo-lhe a oportunidade de salvação, através de seu filho Jesus: “Porque o filho do homem veio buscar e salvar o perdido”(Lucas 19. 10).

 O ser humano separado de Deus, morto espiritualmente, não pode viver bem. O Apóstolo Paulo referindo-se a essa triste e lamentável condição, escreveu: “E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes…” (Romanos 1. 28 – 31).

Este é o estado do coração da maioria dos homens; porém, não é o desejo de Deus que o homem seja assim, por isso, enviou Jesus Cristo para salvar a humanidade.

O plano de Deus, a partir da queda, foi resgatar a humanidade. Através desse resgate abria para toda humanidade, a oportunidade de reconciliação, e nova vida: (Romanos 1. 16).

Para que esta grande salvação tivesse seu início foi necessário que algo relevante fosse consumado – a obra vicária de Cristo. Paulo pontuou: “…Cristo morreu pelos nossos pecados…”. (1 Co 15. 3) Na sua oração sacerdotal, disse ao Pai: “Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer…(Jo 17. 4) No alto do monte caveira ele estava agonizando por causa do sofrimento da cruz – subitamente balbuciou: Está consumado!

Para a conquista da grande salvação tudo foi preparado e consumado. Da nossa parte, basta um ato – Crer. “Quem crer e for batizado será salvo; quem porém não crer será condenado”. (Mc 16. 16)

Para consumar a salvação da humanidade ele teve de morrer. A cada pessoa, para consumar sua salvação pessoal, basta apenas crer. Crer para ser salvo e salvo para poder viver a vida de segurança, paz e liberdade.

Não invente mais nada, tudo está consumado!

 

Francisco Meirinho

 

 

Anúncios

MENINA DOS OLHOS

20 Jul

ImaolhoGuarda-me como a menina dos olhos, esconde-me, à sombra das tuas asas…(Salmos 17. 8)

Quem não busca por melhor segurança diante da fragilidade da vida e dos constantes perigos que nos rodeiam? Quem, como seguidor de Jesus, não sente como as setas malignas tentam nos atingir? Para procurar viver com maior segurança possível utilizamos de vários meios disponíveis, de acordo com as nossas possibilidades, além colocar em prática nossa experiência de vida e a prudência aprendida, recorremos à proteção divina.

Sabemos pela história que o rei Davi foi um grande guerreiro, e tinha em torno de si todo o aparato de segurança, mas, além de tudo isso, entendia que – se Deus não guardar a cidade em vãos são os guardas –  por isso buscava proteção.

Usou da sua imaginação e de seu talento poético para relacionar a “menina dos olhos” com a segurança divina: Guarda-me – dizia – como a menina dos olhos, esconde-me, à sombra das tuas asas.

Davi o rei estava coberto pela promessa de Deus quanto a proteção de seu povo. Moisés, o grande líder do povo de Deus na jornada rumo à Canaã, em seu cântico de gratidão disse: “Porque a porção do Senhor é o seu povo; Jacó é a parte da sua herança. Achou-o numa terra deserta e num ermo solitário povoado de uivos, rodeou-o e cuidou dele, guardou-o como – meninas dos seus olhos”. (Dt 32. 10)

Há promessa de Deus em guardar o seu povo, apesar de todas as ameaças. Assim, como Israel sobreviveu as mais duras privações e conflitos, a igreja também está sendo vitoriosa como parte das promessas de Deus, apesar do caos da religião cristã. Jesus afirmou: “as portas do inferno não prevalecerão contra a minha igreja”. A igreja de Cristo está predestinada à vitória, mesmo que muitos a abandonem.

Você é convidado a ser protegido como a – “menina dos olhos”de Deus, expressões que inglês é: “Apple of the eye” – por representar aprazibilidade e delicadeza. No hebraico aparece a palavra îslôn, que literalmente quer dizer pequeno homem, em função da imagem que é projetada quando alguém olha nos olhos do outro.

Não devemos pensar apenas no fato de estarmos para Deus como menina de seus olhos. O próprio Deus deseja estar em nós como – meninas dos nossos olhos, na forma da fé que defendemos e da palavra de Deus que devemos guardar no nosso interior, conforme está registrado: “Filho meu, guarda as minhas palavras, e conserva dentro de ti os meus mandamentos. Guarda os  meus mandamentos, e vive; e a minha lei, como a menina dos teu olhos”. (Provébios 7. 1, 2)

Poderíamos chegar a seguinte definição: Se guardarmos a palavra de Deus, como a menina dos nosso olhos, Deus nos guardará como a menina dos seu próprios olhos. Assim, como escreveu Paulo: “nossa vida estará escondida juntamente com Cristo  em Deus”. (Cl 3. 3)

Deus em mim, guardado como a menina dos meus olhos é igual eu escondido em Deus como menina dos seus olhos.

Como isso pode ser possível? Foi isso que Cristo pediu ao Pai:

“Não peço que o tires do mundo; e, sim, que o guardes do mal. (…) Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste”. (João 17. 15-21)

Aqui está o segredo de estar em Deus, e Deus estar em nós.

Aqui está o segredo de estarmos guardamos em Deus contra as ações do mal em nossas vidas.

Aqui está o segredo para que o mundo possa crer que Cristo foi enviado como salvador e transformador.

Aqui está o segredo da vida escondida e guardada como – menina dos olhos de Deus, escondida debaixo de suas asas.

Olhe nos olhos de Deus e vê se você se encontra lá. Se tiver dúvida, vá ao espelho – logos de Deus, e vê se a sua palavra está escondida na menina dos seu olhos. Eu e você em Deus, somos mais do que vencedores.

F. Meirinho

LUTANDO PELA FÉ

19 Jun

imabibliaantNa ministração de hoje estaremos falando a respeito da importância da fé; como ela é combatida e a função que exerce sobre a nossa vida. Queremos por em destaque o seguinte texto para embasar este comentário:

“Amados, quando empregava toda diligência em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos a batalhardes, diligentemente, pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos” (Jd. 3).

QUEBRA GELO

 Como está a sua fé?

Tem sido atacada?

Qual tem sido sua postura em relação á fé?

Ressaltando sobre o valor de fé, Rosalee Appleby e Stela Dubois, escreveram:

“Sim, a fé!

É a graça sobrenatural que põe o homem em contato com o seu criador!

É a “receptividade da alma”que abre caminho aos planos celestes!

É a entrada refulgente por onde o coração caminha do visível ao invisível

É a convicção íntima que esclarece tudo conforme a vontade divina!

É a resolução firme que coloca Deus no centro da vida”.

 QUANDO A FÉ ENTROU EM NÓS

O grande momento da nossa vida, foi quando paramos para ouvir a Palavra de Deus. A fé entrou na nossa vida e nos levou a uma nova dimensão de Deus (Romanos 10.17). Quando a fé veio para nós através da Palavra, descobrimos a Jesus Cristo o salvador e a nossa vida foi mudada.

PELA FÉ:

Somos guardados: “…que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último dia” (1 Pe 1.5). O poder de Deus é liberado para nos guardar através da ação da fé.

Vencemos o mundo: “…porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé” (1 Jo 5. 4). Concluímos que nascemos de Deus pela fé e esta mesma fé nos faz vencedor.

Garantimos a nossa salvação: “…obtendo o fim da vossa fé: a salvação da vossa alma” (1 Pe 1. 9). Sabemos que a nossa salvação é condicional, isto é, podemos perdê-la, mas se nos mantermos  na fé, garantiremos a nossa salvação. Baseado neste princípio, é que o Apóstolo Paulo, quando percebeu que estava indo para o fim da sua existência terrena, declarou: “Combati o bom combate acabei a carreira e guardei a fé (2 Tm 4.7).

NOSSA FÉ É ATACADA:

Pelos Lobos vorazes: Eu sei que depois de minha partida, entre vós penetrarão lobos vorazes, que não pouparão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar  os discípulos atrás deles” (At 20. 29,30). Esses lobos vorazes são os que querem enganar com doutrinas hereges os filhos de Deus. Cada vez que uma estranha doutrina  é aceita, a fé começa a ser afetada. Judas nos escreve a respeito desses, dizendo que: …transformam am libertinagem a graça de Deus e negam o nosso único e Soberano e Senhor, Jesus Cristo (Jd 4).

Pelo Diabo: “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo (1 Pe 5. 8,9).

A fé é provada: Nossa fé passa pela prova como o ouro passa pelo fogo, o mais importante é que o resultado seja o mesmo – purificação. Fazendo relação com este pensamento, escreveu Pedro: “…para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo (1 Pe 1. 7).

 CONSIDERANDO O ACIMA EXPOSTO, DEVEMOS FORTALECER A NOSSA FÉ.

 Nossa fé precisa ser fortalecida com a Palavra de Deus. Precisamos ouvir e receber com fé a Palavra para que ela possa produzir em nós um espírito quebrantável  e obediente. No texto abaixo, veremos a instrução de Pedro quanto à maneira de fortalecer a fé através de  associação, cujo  resultado final é: atividade, frutificação, tendo por base central o Conhecimento do Senhor Jesus Cristo:

“Por isso mesmo, vós, reunindo toda vossa diligência, associai com a vossa fé a virtude; com a virtude, o conhecimento; com o conhecimento, o domínio próprio; com o domínio próprio, a perseverança; com a perseverança, a piedade; com a piedade, a fraternidade; com a fraternidade, o amor. Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando, fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo” (2 Pe 1. 5-8).

Portanto, encerraremos esta ministração, com as palavras do Apóstolo Paulo: “Quanto ao mais, sede fortalecido no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo (Ef 6. 10,11).

(Pr. F. Meirinho)

* CRIE UM – GRUPO CONEXÃO CRISTÃ

SUGERIMOS ESTA MINISTRAÇÃO PARA PQUENO GRUPO: Família, amigos, vizinhos.