VIVENDO AS PROMESSAS DE DEUS

22 Maio

VIVENDO AS PROMESSAS DE DEUS

“…naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo.” (Efésios 2. 11- 13)

Temos em Cristo o direito das promessas de Deus. É necessário que saibamos sobre este direito, e quais promessas podemos reivindicar para as nossas vidas. No antigo Testamento o cumprimento de muitas promessas estavam atreladas ao cumprimento de mandamentos, mas, no Novo Testamento elas estão atreladas a única condição – Cristo. Se você está em Cristo tem direito, se não está perde o direito, mas não perde o dever de buscá-lo.

Vamos destacar, entre muitas, cinco especiais promessas que podemos usufruir, viver, experimentar.

1. RESPOSTAS ÀS ORAÇÕES – “e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.” (MT 21. 22)

a) O que é necessário?
· Pedir
· Crer
· Receber
b) O que escreveu o Bispo – William Mc Dowel: “O grande pecado da igreja moderna é a falta de expectativa. Oramos, mas na realidade, não esperamos ou confiamos que algo aconteça”.
c) O fato de nem sempre termos expectativa, porque podemos ter uma oração muito refém do rito religioso, que não contempla o todo. Não podemos simplesmente orar e ficar esperando, porque a oração circunscreve-se num processo pragmático, em que o intercessor se volta para aquilo que pede. Exemplo: Não podemos simplesmente orar pelos pobres do mundo e não agirmos contribuindo a seu favor.
2. FILIAÇÃO DIVINA – “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; a saber: aos que crêem no seu nome”. (Jo 1. 12)

a) Receber a Cristo dá o direito de se tornar filho.
b) Ao filho está reservada as prerrogativas do reino de Deus:
· “Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo…(Rm 8. 17)
· Somos filhos da promessa – (Gl 4. 28)
3. PODER PARA REALIZAR GRANDES OBRAS
a) “…aquele que crê em mim, fará também as obras que eu faço…” (Jo 14. 12)
b) Você deve usar do direito de pedir, em nome de Jesus, para que algo extraordinário aconteça.
4. HERANÇA ESPIRITUAL
a) “…Não escolheu Deus os que para o mundo são pobres, para serem ricos em fé e herdeiros do reino que ele prometeu aos que o amam? (Tg 2. 5)
b) Deus em Cristo nos escolheu:
· para sermos ricos em fé;
· herdeiros do reino.
5. SEGURANÇA ESPIRITUAL
a) “…porque tudo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. Quem é que vence o mundo senão aquele que crê ser Jesus o filho de Deus? (1 Jo 5. 4, 5)
b) Você está vencendo o mundo?
· vença nascendo de Deus;
· Vença mantendo sua fé viva;
· Vença, reiterando sua confiança de que Jesus está vivo e é o filho de Deus.
O que é simples, básico, fundamental, real no Novo Testamento, deve ser ação concreta na vida dos que aspiram viver às promessas de Deus.

Deus não tem compromisso com religiosos, com cristãos nominais, apenas. Deus tem compromisso, com firmes alianças com os seus filhos.

Definir-se de uma vez por todas como filho, é uma ação inteligente, para quem não deseja apenas perambular nos corredores dos templos, ou nas liturgias cristãs, que pouca eficácia tem, para quem ainda não experimentou viver, como filho, pertencente à família de Deus.

F. Meirinho

www.prmeirinho.zip.net
www.fmeirinho.wordpress.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: