SALVAÇÃO – Está Justificado

4 Dez

SALVAÇÃO – Está Justificado

salvacao“…sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus…(Romanos 3. 21- 26)

Antes de Jesus morrer na cruz, suspirou aliviado – está consumado. A primeira parte da redenção estava concluída. O que dependia dele, que era se entregar como sacrifício perfeito tinha sido feito – ele morreu pelos nossos pecados. Até  à morte dependia exclusivamente do homem chamado Jesus. Mas, para que a conquista completa fosse concretizada era necessária a sua ressurreição, o que aconteceu por intervenção de Deus ao terceiro dia após sua morte.

A justificação, como ato de fé, resultado da graça de Deus, tornou-se viável e garantida, trazendo grandes benefícios.

  1. O QUE SIGNIFICA SER JUSTIFICADO?
  2. a) Quitar a dívida, ser declarado justo. Como tentou explicar o Teólogo Myer Pearman: “O réu está perante Deus, o justo juiz; mas, ao invés de receber sentença condenatória, ele recebe a sentença de quitação”.
  3. b) Pela fé em Cristo, o redimido não deve nada a divindade, portanto está livre do pecado e de toda espécie de maldição.
  4. c) Como escreveu Christmas Evans: “A justificação outorga ao crente o direito e a garantia da glória futura, a respeito da qual as Escrituras nos fornecem a promessa”.
  5. BENEFÍCIOS DA JUSTIFICAÇÃO
  6. a) Os principais benefícios da justificação:
  • A conquista da paz;
  • O acesso à graça divina;
  • E a esperança da glória. “Justificados mediante a fé, temos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo; por intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça, na qual estamos firmes; e gloriemo-nos na esperança da glória de Deus”. (Rm 5. 1-2)
  1. b) Há dois elementos fundamentais para que  fosse disponibilizado o direito à justificação:
  • O que Cristo fez por nós;
  • E o que fazemos em relação à fé que temos. Fé em Cristo é igual concordar e aceitar tudo o que ele conquistou por nós na cruz.
  • Beneficie-se de tudo, usando apenas a fé. “Justificados mediante a fé”.
  1. A JUSTIFICAÇÃO APONTA PARA A BONDADE E OS FEITOS DE DEUS, E NÃO PARA O FEITOS HUMANOS
  2. a) O homem não é justificado pelos seus feitos: “…sabendo, contudo, que o homem não é justificado por obras da lei, e sim, mediante a fé em Cristo Jesus…(Gl 2. 16)
  3. b) Os cristão precisam dar mais valor ao que Cristo já fez, e deixar de querer colocar à mão do ego, como se o que Ele fez ainda não satisfaz as exigências de Deus e as expectativas humanas, quanto ao perdão completo e plena justificação.
  4. c) Cada vez que inventamos coisas extras como garantia da justificação, tentamos desfazer, tanto a bondade, quanto o poder de Deus em relação seus atos misericordiosos.
  5. d) O que Cristo realizou foi – completo, abrangente, sem distinção e perfeito. Tão somente, creiamos!

Não há nada mais que glorifique a Deus, do que nossa fé nos seus atos de amor à humanidade. Louvá-lo, sem reconhecer que a nossa justificação vem da parte Dele é um escárnio. Creia e serás salvo e também totalmente justificado.

Está justificado é a melhor posição que a pessoa pode se encontrar.

Francisco Meirinho

www.prmeirinho.zip.net

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: