SALVAÇÃO – Está consumado

7 Nov

“…como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? (Hebreus 2. 3)

salvacaoQuando os nossos primeiros pais pecaram contra o Senhor Deus, eles transgrediram o mandamento. Eles eram possuidores da vida eterna e viviam no paraíso previamente preparado, para que pudessem usufruir de toda a felicidade. O pecado passou a todos os homens, separando-os do criador.

 Cada pessoa ao nascer, já nasce sob efeito direto do pecado. Todos nascem em pecado, como expressou o Rei Davi: “Eu nasci em iniqüidade e em pecado me concebeu minha mãe” (Salmos 51. 5).

O pecado trouxe as seguintes consequências:

a) Separou o homem de Deus. A partir do pecado o homem fugiu da presença de Deus. “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça” (Isaias 59. 2). O homem separado de Deus não pode viver bem. Ele percebe que algo está lhe faltando, porém, como o seu coração está em trevas ele acaba ouvindo mais as trevas do que a luz.

b) Foi o responsável para gerar a morte. “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, Nosso Senhor (Romanos 6. 23). Do ponto de vista espiritual, o homem que ainda não teve um encontro verdadeiro com Jesus Cristo está morto nos seus delitos e pecados.

c) O homem perdeu-se. A condição do homem sem Deus é de perdido. Como perdido ele vive desorientado, e por causa de toda essa situação, Deus providenciou-lhe um escape, garantindo-lhe a oportunidade de salvação, através de seu filho Jesus: “Porque o filho do homem veio buscar e salvar o perdido”(Lucas 19. 10).

 O ser humano separado de Deus, morto espiritualmente, não pode viver bem. O Apóstolo Paulo referindo-se a essa triste e lamentável condição, escreveu: “E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes…” (Romanos 1. 28 – 31).

Este é o estado do coração da maioria dos homens; porém, não é o desejo de Deus que o homem seja assim, por isso, enviou Jesus Cristo para salvar a humanidade.

O plano de Deus, a partir da queda, foi resgatar a humanidade. Através desse resgate abria para toda humanidade, a oportunidade de reconciliação, e nova vida: (Romanos 1. 16).

Para que esta grande salvação tivesse seu início foi necessário que algo relevante fosse consumado – a obra vicária de Cristo. Paulo pontuou: “…Cristo morreu pelos nossos pecados…”. (1 Co 15. 3) Na sua oração sacerdotal, disse ao Pai: “Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer…(Jo 17. 4) No alto do monte caveira ele estava agonizando por causa do sofrimento da cruz – subitamente balbuciou: Está consumado!

Para a conquista da grande salvação tudo foi preparado e consumado. Da nossa parte, basta um ato – Crer. “Quem crer e for batizado será salvo; quem porém não crer será condenado”. (Mc 16. 16)

Para consumar a salvação da humanidade ele teve de morrer. A cada pessoa, para consumar sua salvação pessoal, basta apenas crer. Crer para ser salvo e salvo para poder viver a vida de segurança, paz e liberdade.

Não invente mais nada, tudo está consumado!

 

Francisco Meirinho

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: